Bem-vindos ao quinto post da série “Ritmos Árabes Muito Loucos“!

Dando continuidade à exploração dos ritmos através de clássicos, hoje apresento a vocês o fantástico Al-Kindi Ensemble.

Conheci este álbum no Líbano e apaixonei-me “à primeira escutada”. O Al Kindi, fundado na Síria na década de 80, trabalha essencialmente com música tradicional árabe, passando por mwashahat (que, relembrando, é uma forma poética árabe que teve origem no século X na Andaluzia e é bastante sofisticada. Para ler mais, volte para este post) músicas sufi e taqasim (plural de taqsim, que é uma improvisação melódica).

O álbum chama-se “Les Croisades Sous Le Regard De l’Orient” (“As Cruzadas sob o olhar do Oriente“) e faz, através de músicas e poemas árabes da época das cruzadas, uma homenagem ao político, escritor e diplomata sírio Usama ibn Munqidh, que descreveu em seu livro Kitab al-I’tibar a vida na Síria durante as primeiras cruzadas.

Khush Rank


O Khush Rank (algo como “cor bonita”, em persa) é um ritmo 17/8 que, segundo o Maqam World, existe provavelmente apenas neste mwashah.

Khush Rank Fonte: www.maqamworld.com

Khush Rank
Fonte: www.maqamworld.com

A música chama-se “Sala Fina l-Lahdhu Hindiya” e é lindamente interpretada pelo Al-Kindi.

Para os entusiastas na notação formal, sugiro que comecem a contagem de 3 em 3 tempos, de modo a agrupar o ritmo em 5 grupos de 3 e um último de 2 que já puxa o início do ritmo novamente. Esta explicação é puramente didática e não tem compromisso algum com a estrutura formal do ritmo.

Fontes: Maqam World e Wikipedia.

Espero que tenham se empolgado como eu me empolguei!

Abraços e até a próxima!
Rebeca

Ritmos Árabes Muito Loucos – Parte V: Khush Rank by Rebeca Bayeh is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.